14
jul

Por que iniciar o Projeto de Vida no Fundamental II?

A primeira coisa aqui é enfatizar a importância crucial para a vida do adolescente de desenvolver sua capacidade de reflexão.

Isso, certamente, contribuiria para que não viesse a acreditar em tudo o que ouviu falar. Contribuiria para avaliar criticamente o que os formadores de opinião, principalmente nas redes sociais, tentam comunicar como verdade absoluta em termos de comportamento, de leitura da realidade, em termos de visão de mundo. Contribuiria, seguindo a origem etimológica do termo, para que pudesse voltar-se sobre si mesmo, pensando suas ações e aumentando suas possibilidades em fazer escolhas melhores.

É que refletir é a soma de “re”, prefixo que tem o sentido de fazer alguma coisa de novo, voltar um pouco atrás e refazer um determinado caminho ou ação; isso somado a “flexus” do verbo reflectere, significando dobrar sobre si mesmo, parar um pouco, pensar o que já foi pensando.

Um Projeto de Vida se iniciando no Ensino Fundamental II ajudaria o adolescente nesse processo levando-o a dar um passo além das demandas emocionais que pensam sobre seus ombros.

Um outro elemento a ser enfatizado é que um Projeto de Vida se iniciando no Ensino Fundamental II criaria condições para que o adolescente desenvolva um grau de compreensão de si mais significativo. Isso, de certa maneira, contribuiria para que, ao entrar no Ensino Médio, tivesse mais elementos para tomar decisões, por exemplo, quanto aos itinerários formativos. Em outras palavras, a partir dessa prática, ele ou ela poderia chegar nesse momento com um nível de consciência mais sofisticado para mapear melhor os caminhos que terá a seguir nessa outra etapa de sua vida.

É muito provável que, passando por essa experiência, mais “insigths” possam acontecer no sentido de avançar pelos anos com mais critério, juízo e discernimento a respeito do que fazer, pensar e viver.

Por último, mas não menos importante, um Projeto de Vida se iniciando no Ensino Fundamental II permitiria ao adolescente reelaborar os valores que aprendeu até esse momento de sua vida e confrontá-los com as novas formas de compreender o mundo que irão se apresentando na medida do passar do tempo. É indiscutível que nesse momento de sua vida haja questionamento de sua identidade como pessoa, das tradições familiares, do estilo de vida que caracteriza a sua própria história.

Diante das novas formas de viver e pensar, se houve um tempo para algum grau de reflexão mais significativo, será muito mais possível que seja capaz de dar uma resposta mais afirmativa, com mais substância e com maior poder de argumentação para enfrentar as pressões próprias da sua faixa etária e do mundo em que se vive com todas as suas cobranças e imposições.

 

Pastor Rubens Eduardo Cordeiro
Capelão Geral da Rede Batista de Educação

Aproveite para ler mais um texto do Pastor Rubens sobre as tarefas da educação e seu impacto na vida do estudante.
https://programabene.com.br/2022/07/04/as-tarefas-da-educacao/

Nossos clientes

s