Sobre

Conheça tudo sobre o programa, E o que ele pode alcançar junto com sua escola.

O Bene:) Programa de Formação Ética e Socioemocional é fundamentado em um trabalho com virtudes morais, em permanente diálogo com as habilidades socioemocionais, desenvolvido pelo Instituto Hexis para estudantes de educação básica, desde o Maternal até o Ensino Médio.

Eu quero o Bene

O Programa

Formação ética e socioemocional

O Bene:) é um programa de formação da ética e da emoção, fundamentado em um trabalho com virtudes morais, em permanente diálogo com as habilidades socioemocionais, para estudantes de educação básica desenvolvido pelo Instituto Hexis.

O programa bene :) parte dos seguintes pressupostos:

a) que o ser humano está em permanente processo de construção;

b) que a escola deve contribuir para uma formação integral, nas dimensões cognitiva, socioemocional, corporal e ética da existência, na relação com o outro e com Deus, que expressa a busca de autotranscendência.

São estruturantes ao projeto: (i) Virtudes morais, (ii) Competências e Habilidades socioemocionais, (iii) Virtudes geradoras – fé, esperança e amor, (iv) fases do desenvolvimento humano, de acordo com Freud, Piaget, Erikson e Kohlberg; que se articulam e se integram em um todo complexo.

A dinâmica metodológica do Bene:) é ativa e envolve uma constante formação de todos os que participam do programa:
educadores, educandos e pais / responsáveis.

O que o Bene promove?

Melhores Resultados

Comprovado por estudos científicos internacionais, trabalhar a formação socioemocional melhora os resultados de aprendizagem e favorece o desenvolvimento de habilidades do pensamento.

Ética

Renovação do compromisso com a formação das virtudes, que é o exercício do bem. São 52 virtudes. Algumas delas: Respeito, Generosidade, Justiça, Verdade, Honestidade, Coragem, que se organizam a partir das Virtudes Geradoras Fé, Esperança e Amor.

Competências Socioemocionais

Contribui na formação de uma matriz de 16 competências e 43 habilidades socioemocionais, como Lócus de Controle, Autoconfi ança, metacognição, cooperação, tomada de consciência, reflexão crítica, empatia, dentre outros. Isso significa dizer que a educação não deve somente cuidar do aspecto da cognição, mas de um sujeito integral.

Hábitos Bons

Formação de bons hábitos, a partir do exercício regular e continuado do bem.

Estratégias Didáticas

Organiza múltiplas estratégias didáticas, atentando à adequação destas à participação ativa do estudante, à diversidade de linguagens, estímulos e aos desafios da fase do desenvolvimento em que se encontram.

Histórias

Baseia-se fortemente na contação de histórias para inspirar o diálogo da fé e cultura, da ludicidade, da exploração de um saber que se elabora nos diversos portadores de texto, na leitura do mundo.

Ação Moral

Todo processo é conduzido à uma ação do bem, considerando que aquilo que penso deve refletir nas minhas ações. Um dos pontos altos do programa.

Reflexão

Somente a pessoa humana reflete, pensa. Os animais são instinto puro. Nesse sentido, a ação deve ser uma escolha, uma emoção que se controla, um comportamento que se decide, uma vida com mais sentido. A tríade desse processo seria: Reflexão, Ação, Reflexão da Ação.

Estética

O material é diagramado, ilustrado, colorido, atraente e encadernado em brochura, em semelhança aos livros didáticos internacionais.

Formação de Todos

Aproximar dessa literatura potencializa a reflexão e formação moral e das emoções de educadores, estudantes, famílias e comunidade.

Transformação Social

Pessoas com emoções equilibradas e no exercício do bem, transformam o mundo num lugar melhor para se viver.

Avaliação do Progresso Modal do Estudante

O programa propõe uma ferramenta de avaliação do progresso moral do estudante, que contará com a participação efetiva da família.

Fatores da Personalidade

No BENE:), trabalha-se as emoções, considerando-se os fatores da personalidade e a transcendência, que é o sujeito para além de si mesmo através da:

1. Comunicabilidade (Extroversão): desenvolve a autoconfiança, a assertividade, relacionando-se socialmente em respeito ao outro, com discrição.

2. Inovação e Experiência (Abertura): pensar e desenvolver novas maneiras de conhecer da arte, expressões culturais, filosofia, estilo musical, imaginação e a enfrentar desafios.

3. Estabilidade emocional: vivenciar possibilidades de estabilizar-se emocionalmente, com relação às frustrações, a opinião do outro, acreditando em sua capacidade e sendo persistente na realização das tarefas.

4. Consciência: percebe-se capaz de realizações, delineando objetivos de vida e agindo com ponderação e empenho nas atividades que desenvolve.

5. Socialização: desenvolve atenção, autoconfiança e a sociabilidade, buscando relacionar-se com cordialidade, na promoção do bem-estar de todos.

6. Autotranscendência: expansão dos limites pessoais, levando-o a desenvolver um exercício de ir além de seus interesses, para reconhecer o outro e o sagrado e a si mesmo.

Coleção
Casa de Valores

Para a aplicação do BENE:) disponibilizamos a coleção de livros Casa de Valores que compreende a Ética, como morada de todas as virtudes. Com um infográfico no formato de uma casa apresentamos os elementos constituintes do programa, numa metáfora de construção.

Na base dessa casa, emergem as virtudes geradoras que são: a “Fé, a Esperança e o Amor”, que também são consideradas virtudes teologais. Na segunda camada de tijolos dessa construção estariam os fatores de personalidade, organizados segundo a “Teoria do Big 5” – Extroversão/Comunicabilidade, Consciência, Estabilidade Emocional, Abertura à Experiência, Sociabilidade/Amabilidade.

No telhado da casa encontram-se as competências socioemocionais, que se desenvolvem continuamente e se representam pelos pilares da Unesco para a educação – Aprender a ser, aprender a fazer, aprender a conhecer e aprender a conviver. Observe que o aprender a conviver se encontra na peça que sugere a chaminé, justamente por que o ser humano existe na relação com os demais. Isso se vê na identificação da Transcendência e consequente expansão dessa no reconhecimento da Presença Divina, que a todos envolve, sustenta e promove um exercício da fé.

O que entregamos para a escola?

O PROGRAMA BENE:) ENTREGARÁ UMA CONSULTORIA EM FORMAÇÃO ÉTICA E SOCIOEMOCIONAL, COMPOSTA POR:

  • Palestras de conscientização para pais, estudantes e educadores;
  • Implantação do programa, com capacitação de educadores;
  • Manual do Professor;
  • Material de apoio para divulgação do programa, contendo 4 cartazes, reconhecimento de escola parceira no site do Hexis, espaço para divulgar depoimentos no site.
  • Certifica a escola como entidade formadora em Ética e Competências Socioemocionais;
  • Suporte, atendimento e apoio para:
    • O Programa Bene:);
    • Utilização de plataforma: estudante, educador e família.
  • Licença de uso da plataforma digital para participação ativa do estudante e gestão do currículo e aprendizagem;
  • Certificação de educadores e estudantes no cumprimento de cada unidade apresentada;
  • Avaliação socioemocional a ser realizada pelo estudante, pelo educador e pela família nas funções diagnóstica, formativa e somativa.
    Diagnóstica: identificação de conhecimento prévio a partir de problematizações.
    Formativa: promove a reflexão e o autoconhecimento para a construção da autoimagem e autoestima, contribuindo na melhora de atitudes e comportamentos.
    Somativa: análise comparada do processo formativo, a partir de questionário aplicado antes e depois do trabalho com cada virtude. Produz relatórios individuais e coletivos das respostas, subsidiando análises, tomadas de decisões e intervenções ao processo.
  • Currículo escolar socioemocional relacionado as habilidades e competências exigidas pela nova BNCC.

O que entregamos para o estudante?

Combo Bene

  • 1 livro de Ética Comum
  • 1 livro de Ética Plena
  • 3 certificados aos estudantes, sendo 1 para cada virtude trabalhada no ano;
  • 3 botons, sendo 1 para cada virtude trabalhada no ano;
  • 1 login de acesso anual para aluno e família na plataforma digital.

Virtudes trabalhadas

A organização para o trabalho formativo da ética considerou a fase do desenvolvimento humano e a seleção de virtudes que contribuíssem para os desafios de cada etapa da vida. Outro critério que se agregou, a essa seleção, foi a classificação dessas virtudes a partir das virtudes geradoras “Fé, Esperança e Amor”, considerando a força de propulsão do sujeito, a sua estabilização interna e seu relacionamento com o próximo, respectivamente.

Saiba mais

BERÇÁRIO E MATERNAL I (1 ano)

A criança nesta faixa etária desenvolve motricidade – músculos e equilibro. Sua aprendizagem se dá por meio dos sentidos e desenvolve a noção de que um objeto continua a existir, mesmo longe dos olhos. Mostra-se mais sociável, procurando ativamente a interação com quem o rodeia e estabelece um forte laço afetivo com a figura materna (cuidadora), desenvolvendo a capacidade de vínculo.

Diante dessas características, as virtudes Segurança, Organização e Alegria, buscam contribuir para o seu desenvolvimento da Segurança em relação a ansiedade natural deste período. A Organização, (devido a novas experiências), possibilitará o aprendizado e sua necessidade de adaptação, ante os desafios desse novo tempo, e a aprender a lidar com suas emoções, por isso, a escolha da Alegria, como a capacidade para não se deixar abater frente a novas experiências, que a princípio, podem lhe parecer ameaçadoras.

MATERNAL II (2 anos)

A criança nessa faixa etária começa a andar, sobe e desce escadas e em móveis. Melhora a motricidade fina e tem maior desenvolvimento da memória, através da repetição das atividades. Através da sua rotina, desenvolve um entendimento das sequências de acontecimentos que constituem os seus dias e sua linguagem começa a adquirir tons de voz diferentes para transmitir significados diferentes. Aprecia a interação com adultos que lhe sejam familiares e reage ao ambiente emocional em que vive, mesmo sem compreender, percebendo os estados emocionais dos que estão próximo dele. É bastante sensível à aprovação e desaprovação dos adultos

Diante dessas características, as virtudes Criatividade, Confiança e Cuidado, foram escolhidas, visando atender o aumento da autonomia, explorando sua curiosidade, objetivando permitir o desenvolvimento do sentimento de Confiança, que gera segurança, contribuindo para seu desenvolvimento intelectual.

MATERNAL III (3 anos)

A criança nesta faixa etária aumenta o equilíbrio e a coordenação motora. Também aumenta a curiosidade, sendo frequente a pergunta “Por quê?”. Começa-se a formar imagens mentais das coisas, o que a leva à compreensão progressiva dos conceitos. A mãe (ou cuidadora) é ainda uma figura muito importante para a segurança da criança, não gostando de estranhos. O leque de emoções é vasto, desde o puro prazer até a raiva frustrada.

Diante dessas características, virtudes como Convicção, ajuda a criança a adaptar-se a este ao ambiente educacional. Contudo, precisa aprender a Obediência, visto que terá que enquadrar-se a novas regras e relacionamentos, devendo desenvolver mais sua capacidade de Atenção, para compreender e valorizar as outras pessoas de seu convívio.

1º PERÍODO (4 anos)

A criança nessa faixa etária amplia seu desenvolvimento motor, podendo correr, saltar, subir escadas, andar de triciclo, com grande desejo de experimentar tudo. Compreende a maior parte do que ouve e, seu discurso, é compreensível para os adultos. É sensível aos sentimentos dos que a rodeiam, relativamente a si própria. Tem dificuldade em cooperar e partilhar. É capaz de se separar da mãe (cuidadora) durante curtos períodos de tempo. Começa a desenvolver alguma independência e autoconfiança, começando a distinguir o certo do errado.

As virtudes Iniciativa, Veracidade e Bondade, introduzidas nessa fase, buscam ampliar sua capacidade em lidar com o mundo dos jogos de faz de conta. Pela Iniciativa, busca-se contribuir para que ela se torne menos dependente. A Bondade contribuirá para ampliar seus relacionamentos, bem como, nesse período de compreensão do certo e errado, a Veracidade vem como suporte neste desenvolvimento moral, ampliando sua compreensão do certo e errado.

2º PERÍODO (5 anos)

A criança nesta faixa etária tem um rápido desenvolvimento muscular, com aumento das atividades motoras, ampliando o controle dos seus movimentos. Ocorre uma ampliação de seu vocabulário. Nesta fase, gosta de brincar com outras crianças e, quando está em grupo, poderá ser seletiva acerca dos seus companheiros. Neste período, é comum a ocorrência dos pesadelos são, ter amigos imaginários e uma grande capacidade de fantasiar. Com maior consciência do certo e errado, preocupa-se, geralmente, em fazer o que está certo, contudo, pode culpar os outros pelos seus erros.

A virtudes Entusiasmo, se apresentam como oportunidade para ampliar seu desenvolvimento intelectual, social e emocional. Por meio do Discernimento, ampliar sua capacidade de compreensão do certo e do errado, contribuindo para que ela assuma a a responsabilidade pelos seus atos. A Gratidão é uma virtude que ajudará a criança nessa idade a reconhecer que, independente do desenvolvimento da autonomia, há pessoas ao seu redor, que continuam a ajuda-la, que pelas quais, deve demonstrar gratidão.

Matriz de competências
e habilidades socioemocionais

Eu e o ambiente Eu e o outro Eu e o minhas emoções Eu e o meu pensamento Eu e o transcendencias

Lorem ipsum dolor sit, uptas labore expedita, repellendus amet et sequi sit, maiores illum vero vel adipisci

Lorem ipsum dolor sit, uptas labore expedita, repellendus amet et sequi sit, maiores illum vero vel adipisci

Lorem ipsum dolor sit, uptas labore expedita, repellendus amet et sequi sit, maiores illum vero vel adipisci

Lorem ipsum dolor sit, uptas labore expedita, repellendus amet et sequi sit, maiores illum vero vel adipisci

Lorem ipsum dolor sit, uptas labore expedita, repellendus amet et sequi sit, maiores illum vero vel adipisci